Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Economia

Onyx diz que saques do FGTS começam em agosto e confirma limite de R$ 500 por conta

Segundo ministro, cotista poderá sacar recursos antes de seu aniversário, como uma antecipação de Imposto de Renda

O ministro da Casa Civil,Onyx Lorenzoni , afirmou nesta quarta-feira que o presidente   Jair Bolsonaro assinará nesta tarde uma  Medida Provisória (MP) que   vai permitir saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS-Pasep, a partir de agosto deste ano até março de 2020. O ministro disse que o limite máximo de saques será de R$ 500,00 por conta.

O anúncio será feito em cerimônia no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. O ministro Onyx Lorenzoni falou sobre a medida em entrevista à Rádio Gaúcha nesta manhã:

— Todas as contas poderão ser acessadas pelos cotistas, sem exceção. Neste primeiro momento, o teto de saque será de R$ 500. A proporção vai depender do total que estiver depositado na conta.

Onyx também adiantou que os saques das contas do FGTS poderão ser feitos antes da data de aniversário do cotista, em um processo de antecipação similar ao do Imposto de Renda (IR).

— Supondo que o cotista faz aniversário em agosto, mas tem uma emergência em junho, ele pode ir ao banco e antecipar o saque do percentual do FGTS. É uma operação mais segura que antecipar o IR, que tem o risco da malha fina. Os juros nessa operação serão baixos.

Recursos para infraestrutura

Uma preocupação que surgiu após a notícia de saque do FGTS foi sobre como projetos de habitação e infraestrutura seriam custeados. O governo assegura que o recurso com estas finalidades seguem gaantidos.

— O dinheiro que financia habitação popular, saneamento e infraestrutura não será afetado. O FGTS tem patrimônio superior a R$ 400 bilhões — destacou Lorenzoni.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Economia (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial