Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Economia

Em MT, 30% dos contribuintes fizeram declaração do Imposto de Renda 2019

 |
Divulgação / Reprodução

Cerca de 30% dos contribuintes de Mato Grosso já fizeram a declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física – IRPF 2019. A Receita Federal estima que 500 mil mato-grossenses façam a entrega do documento. Dados atualizados até essa segunda-feira (1) mostram que apenas 159 mil declarações foram efetuadas.  

O prazo para declaração termina no dia 30 de abril. A multa para quem apresentar a Declaração depois do prazo é de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, com valor mínimo de R$ 165,74, e máximo de 20% (vinte por cento) do imposto sobre a renda devida.

O índice estadual é maior que a média nacional. No mesmo período 26% dos contribuintes fizeram a declaração do imposto. Em todo o Brasil foram recebidos 8,1 milhões de documentos do total de 31,8 milhões esperados pela Receita. 

 O contador Remicio Gonçalves da Silva explica que um das principais dúvidas e a definição de rendimentos tributáveis, exclusivos na fonte e isentos. O profissional avisa que é preciso ficar atento principalmente, quem tem imóveis de aluguel que não costuma declarar.

 “A Receita tem cruzado as informações e pode chegar fácil nessa pessoa que recebe o aluguel ou paga mas não declara. Isso é claro indício de sonegação”. Conforme ele, o contribuinte também deve ficar atento a necessidade de CPF para todos os dependentes, de qualquer idade. 

 As declarações podem ser feitas pelo computador, por meio do PGD IRPF2019. O programa está disponível no site da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) na Internet, no endereço http://rfb.gov.br.   Pelo site também é possível acessar o Centro Virtual de Atendimento (e-CAC), que deve ser feito com o uso de certificado digital. 

O contribuinte também pode utilizar dispositivos móveis, por meio do aplicativo APP “Meu Imposto de Renda”.   Precisam declarar quem recebeu rendimentos tributáveis superior a R$ 28.559,70; em relação à atividade rural, que obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50. 

Também estão obrigadas a apresentar a declaração aquelas pessoas físicas residentes no Brasil que no ano-calendário de 2018 receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Economia (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial