Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Polícia

Advogado é acusado de estuprar garota de programa em motel de Cuiabá

Garota de programa primeiro denunciou que foi estuprada, mas quando a PM chegou disse que só foi agredida; já advogado alegou que a mulher teve um surto e atacou ele

 |
Divulgação / Reprodução

O advogado S.K.G, de 54 anos, teve um desentendimento com uma garota de programa, em um quarto de motel, que terminou com o cômodo cheio de sangue e todo quebrado, na madrugada desta terça-feira (15), no bairro Jardim Shangri-lá, em Cuiabá. Os dois trocaram agressões, após desentendimento. 

A Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de suposto estupro, pela funcionária do estabelecimento. Ao chegarem ao local, os policiais foram informados pela colaboradora que a prostituta alegou que estava sendo estuprada e ela viu sangue no braço da mulher e por isso acionou a polícia.  

Diante disso, os militares foram até a suíte e pediram que o casal abrisse a porta. O advogado abriu a porta e foi possível ver que ele tinha um corte na mão direita, que sangrava. Consta na ocorrência que os policiais encontraram o quarto com vários objetos quebrados e havia sangue e fios de cabelo por todos os lados. 

Em conversa com a mulher, ela disse que não foi estuprada e sim agredida com tapas no braço esquerdo, e que o advogado quebrou o seu celular. Ela explica que recebeu R$ 400 pelo programa e mais R$ 400 para que passasse a noite com o advogado, no entanto, ela teria recusado o que causou o desentendimento. 

Já S. alegou que conversava com a profissional do sexo, que contou que foi abusada pelo pai e pelo irmão quando era criança, momento em que surtou e começou agredi-lo. Ele ainda acusou a mulher de ter pego dinheiro de sua carteira. 

Diante das divergências, as partes foram levadas para a Central de Flagrantes da Capital. Após registro de boletim de ocorrência, o advogado foi encaminhado para uma unidade de saúde e a garota de programa para a Delegacia Especializada da Mulher. 

O caso será investigado.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Polícia (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial