Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Jaciara

Secretaria de Saúde convoca crianças para vacinação contra o sarampo em Jaciara

 |
Divulgação / Reprodução

O Ministério da Saúde soltou um comunicado nesta terça-feira (06/08) para alertar pais, mães e responsáveis que vão viajar com seus filhos para localidade que há surto ativo do sarampo, para que vacinem seus filhos.  Preocupado com a atual situação nacional, a Prefeitura de Jaciara por meio da Secretaria Municipal de Saúde está intensificando calendário de crianças de seis meses a menores de um ano de idade, nas oito unidades de PSF´s – Programa Saúde da Família.

De acordo com a secretária de Saúde, Suely Cristina Castro, os 907 casos confirmados foram registrados nos estados de São Paulo, Pará e Rio de Janeiro, mas o alerta serve para todas as crianças que estão sem vacinar em Jaciara, principalmente com idades entre seis meses a menores de um ano de idade, as quais estão mais propícias ao contagio.

“O sarampo é uma doença infecciosa aguda grave, de natureza viral, propagada por pequenas gotículas expelidas através da fala, da tosse e do espirro. Pode ser transmitida facilmente e contraída por pessoas de qualquer idade. A vacinação é a única maneira eficaz de se prevenir”, ressaltou a secretária.

O coordenador da Atenção Básica de Jaciara, enfermeiro Adelson Luiz Menezes, disse que o estado de Mato Grosso não está na relação dos estados com surto de sarampo, mas Jaciara é uma cidade que recebe pessoas de várias regiões, sendo cortada por uma rodovia federal (BR 163/364), além de um grande número de motoristas que transportam cargas para todas as localidades do país.

“O Ministério da Saúde recomenda a vacinação de rotina contra o sarampo para todas as crianças a partir dos 12 meses. No PSF, ela é dividida em duas doses: a primeira aos 12 meses, com a vacina tríplice viral (sarampo-caxumba-rubéola), e a segunda aos 15 meses, com a tetraviral (sarampo-caxumba-rubéola-varicela). Dos cinco até os 29 anos, são indicadas duas doses, com intervalo de 30 dias. Já dos 30 até os 49 anos, uma dose é suficiente”, explicou o coordenador.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Jaciara (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial