Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Beleza e Saúde

Rondonópolis recebe 30 mil doses de vacina contra a gripe e imunização começa nesta quarta (31)

 |
Divulgação / Reprodução

O Município de Rondonópolis recebeu nesta terça-feira (30) as 30 mil doses de vacina contra a influenza, após solicitar nova remeça ao Ministério da Saúde. A intenção é prevenir novos casos de gripe, especialmente a H1N1. A imunização terá início nesta quarta-feira (31) e segue até sexta-feira (2) em todas as unidades básica de saúde do município para os grupos prioritários. O atendimento das unidades de saúde é das 7h às 11h e das 13h às 17h.

No sábado (3) acontece o Dia “D” de vacinação na cidade, com disponibilidade de vacinas, incluindo contra a gripe e sarampo, em todas as unidades básicas de saúde. Neste dia, o atendimento ao público será das 8h às 17h, sem interrupção.

No Dia “D” a Secretaria Municipal de Saúde pede que a população compareça para atualizar os cartões de vacina, e assim garantir a imunização contra inúmeras doenças como sarampo e gripe, que podem levar a morte.

A secretária municipal de Saúde, Izalba de Albuquerque, destaca que o Poder Público busca fazer sempre o seu papel, disponibilizando as vacinas para a população para que se evite a ocorrência de doenças que podem ser combatidas com a imunização. “Pedimos uma atenção especial para que a população também cumpra com seu papel e procure as unidades de saúde para manter os cartões de vacina em dia. O sarampo, por exemplo, vem atingindo pessoas em várias partes do Brasil e a imunização é fundamental”, destaca a secretária.

Com relação a obtenção de mais doses de vacina contra a influenza, Izalba reforça que o trabalho foi feito em conjunto pelo prefeito Zé Carlos do Pátio, pelo senador Wellington Fagundes e pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. “Temos que agradecer o empenho de todos pela população de Rondonópolis”, diz.

Grupos prioritários

Nos três primeiros dias de vacinação contra a gripe, as doses estarão disponíveis para idosos com mais de 60 anos, crianças de seis meses até cinco anos, 11 meses e 29 dias, gestantes em qualquer idade gestacional, mulheres no pós-parto até 45 dias, professores das redes públicas e privadas, bem como os profissionais da saúde, policiais militares, civis e federais, bombeiros, população indígena e portadores de doenças crônicas.

A Vigilância Epidemiológica do Município ressalta que entre as doenças crônicas, devem se vacinar contra gripe as pessoas com doenças respiratórias crônicas, doenças cardíacas, hepáticas, neurológicas, diabetes, imunossupressores, obesos grau III, transplantados e portadores de trissomias.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Beleza e Saúde (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial