Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Política

Sem prejuízo Thiago sai e blinda o correligionário Romoaldo

 |
Divulgação / Reprodução

Nesta quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021, o deputado estadual Thiago Silva (MDB) pediu licença de 121 dias na Assembleia Legislativa, para tratamento médico. Em seu lugar assume o suplente e seu correligionário Romoaldo Júnior.

Nem mesmo Thiago conseguiu vender a imagem de que a licença seria por 121 dias. O parlamentar admitiu que poderá voltar em 30 dias, se tudo estiver bem. Esse estiver bem significa o seguinte: que o mesmo não sente sintomas ou sintoma da covid-19, que no ano passado o jogou na estatística dos infectados.

Thiago sai do plenário sem um centavo sequer de prejuízo, pois a justificativa para tratamento de saúde garante a integralidade do seu astronômico recebimento mensal comum aos 24 deputados.

Quanto ao retorno de Romoaldo, não deve ser somente por conta do famoso rodízio parlamentar bancado pelo coitado do contribuinte: enrodilhado em processos, investigações e com bloqueio de bens, pode ser que o exercício do cargo dê a ele a blindagem necessária para eventual momento adverso, que a mera suplência não resolve.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Política (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial