Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Agronegócio

MPE investiga prefeito por aglomeração em live de Gusttavo Lima

 |
Divulgação / Reprodução

O Ministério Público do Estado (MPE) abriu uma investigaçao contra o prefeito de Primevera do Leste (192 km ao sul de Cuiabá), Leonardo Bortolin (MDB), para investigar se o gestor descumpriu as medidas de combate a covid-19 ao permitir a aglomeração de centenas de pessoas durante a live do Gusttavo Lima, que aconteceu no último sábado (1º), em uma fazenda do município.

Além do emedebista, também serão investigados o coordenador de fiscalização da prefeitura, Amarildo de Jesus Martins, e a empresa goiana Empresa Sandrinn Shows e Eventos Eireli, responsável pela produção do evento. "Seja expedido ofício ao Prefeito Leonardo Tadeu Bortolin e ao coordenador de fiscalização da prefeitura, Amarildo de Jesus Martins, requisitando informações, no prazo de dez dias, acerca da realização do evento intitulado de 'live O Embaixador no Agronegócio' e o cumprimento do Decreto Municipal nº2.055/2021, bem como as medidas tomadas pelo poder público", diz o documento.

De acordo com a portaria assinada pela promotora de Justiça substituta, Carla Marques Salati na segunda-feira (3), o procedimento visa apurar se o município descumpriu o próprio decreto municipal e as medidas de enfretamento a pandemia.

Nesse contexto, Salati enfatizou que é de responsabilidade do poder público municipal realizar a fiscalização dos eventos que causem aglomeração e garantir o cumprimento das regras aplicadas pelo município. "Considerando o Decreto Municipal nº2.055/2021 que suspende os eventos públicos ou privados, corporativos ou sociais com lotação superior ao percentual equivalente a 30% da capacidade do ambiente", complementa.

Ao instaurar o procedimento, a promotora citou a explosão de casos que atinge o estado e recordou que Primavera do Leste possui 745 pacientes internados em leitos de enfermaria apenas nas enfermarias.

Ela destacou ainda que a alta taxa de contaminação fez com que o Estado declarasse situação de emergência por 30 dias. "Foi declarada situação de emergência em todo o território Mato-Grossense, para fins de prevenção, preparação, mitigação, resposta e recuperação frente à epidemia do novo coronavírus causador da doença denominada covid-19", finaliza.

Por fim, a promotora exige que a Prefeitura de Primavera do Leste e a Sandrinn Shows e Eventos enviem, em até 10 dias, os documentos informando a quantidade de pessoas que participaram da live, quais medidas de distanciamento foram adotadas, qual laboratório o público teria testado, entre outras informações.

"Seja oficiado ao representante da Empresa Sandrinn Shows e Eventos Eireli para que preste informações, no prazo de dez dias, sobre o evento intitulado de “live O Embaixador no Agronegócio”, de modo que especificamente seja esclarecido", concluiu.

Aglomeração
Conforme noticiou a reportagem, dezenas de pessoas se aglomeraram durante a live do Gusttavo Lima, em Primavera do Leste no último sábado. O show foi transmitido pela internet e pode ser assistido de perto por vários convidados, patrocinadores e empresários no milharal de uma fazenda.

O evento chamado de "O Embaixador no Agronegócio 2" foi produzido por uma empresa goiana para 180 espectadores. Contudo, registros feitos pelos próprios convidados mostraram diversas pessoas circulando livremente sem o uso da máscara em uma espécie de “camarote”.

A organização afirma que todos foram testados para rastreamento da covid-19. Contudo, o assunto gerou muitos comentários negativos na internet e na imprensa nacional.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Agronegócio (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial