Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Esporte

Time da 1ª divisão de Mato Grosso entra na disputa e abre negociação com goleiro Bruno

O Operário de Várzea Grande - região metropolitana de Cuiabá - já fez oferta para o atleta, que tem conversas avançadas com o Fluminense de Feira

 | Último time de Bruno foi o Poços de Caldas em 2019 — Foto: Marcelo Rodrigues/EPTV
Último time de Bruno foi o Poços de Caldas em 2019 — Foto: Marcelo Rodrigues/EPTV

O tradicional Operário Várzea-grandense - 13 vezes campeão mato-grossense - abriu negociação com o goleiro Bruno, de 35 anos. O jogador cumpre pena em regime semiaberto em Varginha-MG, pelo homicídio de Eliza Samudio. A diretoria do Tricolor teme, porém, a repercussão negativa da contratação do goleiro.

A proximidade do diretor de futebol do Operário, Roberto Moraes, com o goleiro, o aproximou de Mato Grosso. Roberto, que tem ligação com o Boa Esporte, foi o primeiro diretor a contratar o goleiro após a sua saída da prisão, em 2017.

Segundo apuração do GloboEsporte.com, a ligação ao Bruno foi feita nesta quinta-feira e já houve uma proposta um pouco abaixo da oferecida pelo Fluminense de Feira. O Operário acredita que o jogador pode ajudar o clube no Campeonato Mato-grossense, Copa do Brasil - enfrenta o Santa Cruz na primeira fase - e Série D do Campeonato Brasileiro.

O Operário fez a sua preparação em Muzambinho-MG e se reapresentou nesta sexta-feira em Várzea Grande. O elenco conta com dois jovens goleiros: Igor Rayan, ex-Horizonte-CE, de 24 anos, e João Pantaneiro, ex-Cuiabá, de 20 anos.

Situação do Bruno

Bruno foi preso em setembro de 2010 e condenado em março de 2013 pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio, pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Ele também havia sido condenado por ocultação de cadáver, mas esta pena foi extinta, porque a Justiça entendeu que o crime prescreveu sem ser julgado em segunda instância. As penas válidas somadas, então, são de 20 anos e 9 meses.

Atualmente o goleiro cumpre pena em regime semiaberto domiciliar em Varginha, onde está desde abril de 2017. Ele conseguiu a progressão de pena em 19 de julho após uma decisão da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais do município.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Esporte (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial