Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Esporte

Final da Copa América terá show de Anitta e presença de Bolsonaro

 | Tânia Rêgo/Agência Brasi
Tânia Rêgo/Agência Brasi

A final da Copa América, neste domingo (7), entre Brasil e Peru, terá show da cantora Anita e presença do presidente Jair Bolsonaro. Os detalhes da festa foram revelados nesta sexta-feira (5), em entrevista coletiva no Maracanã, palco da festa. Na entrevista, foi feito um balanço da competição, com a presença da cantora brasileira e do craque Cafu, embaixador da competição.

O diretor de Competições de Seleções da A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Hugo Figueredo, ressaltou a boa organização do evento, que não apresentou nenhum incidente grave, nas 24 partidas ocorridas. “É um balanço positivo para nós o fato de não termos nenhum inconveniente nas partidas. Foram jogos competitivos, mas sem nenhum incidente fora de campo. Tivemos disputas como Uruguai e Chile e Brasil e Argentina, partidas normalmente dignas de uma final, sem nenhum incidente”, disse Figueredo.

Ele ressaltou uma presença de público 30% superior à da última edição do torneio, realizada em 2016, nos Estados Unidos, conhecida como Copa América Centenária, vencida pelo Chile. “Até o momento, tivemos 800 mil pessoas, e devemos fechar em 900 mil espectadores com as partidas de amanhã [6] em São Paulo [Chile x Argentina] e domingo [7], aqui no Rio”, destacou Figueredo. A média por partida foi de 32 mil pessoas.

O gerente-geral de Competições do Comitê Organizador Local (COL), Thiago Jannuzzi, adiantou como será a cerimônia de encerramento no Maracanã. “Lá em São Paulo [na abertura] nós começamos a contar uma história. A cerimônia é dividida em dois atos, o primeiro foi montado no Estádio Morumbi. A gente conclui aqui no Maracanã, com o segundo ato. Lá no Morumbi foram 12 crianças contando um pouco de suas origens, e a gente vai buscar no encerramento um pouco dos sonhos delas, o que elas passaram, até chegar até a este estágio da competição”, informou Jannuzzi.

Mais curta, a cerimônia será realizada próxima do início do jogo. Vai começar às 16h35 e terá duração de 10 minutos, em conexão com a entrada dos jogadores em campo. O início da partida será às 17h. Serão quase 400 pessoas no palco, mas, ao todo, são 1.500 envolvidos no espetáculo. “Teremos a Anitta e o convidado especial Pedro Capó, que vem de Porto Rico”, revelou Jannuzzi.

Ele disse que a presença do presidente Bolsonaro no gramado do Maracanã é possível, pois há uma tradição da entrada de dignatários, para cumprimentar atletas e torcida. O presidente deve vir direto de Brasília, no domingo, para o estádio, na companhia de outras autoridades de governo.

“Sobre a presença do presidente, assim como outros dignatários e dirigentes, eles vão ao campo. Isso é normal no pré-jogo, às vezes, no intervalo, como aconteceu no Estádio Mineirão. [Sobre] a presença dele no gramado ainda não tem nada programado, mas há expectativa de que ele venha ao estádio para acompanhar a partida”, acrescentou Jannuzzi.

Anitta e Cafu

A cantora Anitta disse que ficou muito feliz com o convite para participar da cerimônia de encerramento da Copa América no Maracanã. “Esporte e música andam muito juntos. Em todos os aspectos, conversam muito. Agora, estar aqui, fazendo parte, junto com o Pedro, que tem um ritmo muito conhecido em todos os países de língua hispânica, está sendo um prazer dividir o palco, principalmente pela visibilidade, que é incrível em todos os países, observando e atentos à final”, afirmou.

Já o capitão do penta Cafu deixou claro que acredita em uma vitória brasileira, mas fez questão de demonstrar respeito pelo time peruano.

“O Brasil é favorito. Está jogando em casa, no Maracanã, com o apoio de sua torcida, fez a melhor campanha, tem o melhor ataque e a defesa que não tomou nenhum gol. Então, o Brasil vem, sim, como favorito perante a seleção do Peru, mas isso não quer dizer que o jogo vai ser fácil. Respeitar a seleção do Peru, porque chegou à final, uma seleção que chega à final merece respeito. Você não chega à final de uma competição como a Copa América por acaso. Você chega porque tem qualidades, mérito e fez por merecer”, afirmou Cafu.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Esporte (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial