Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Turismo

Empresários do turismo de Chapada estão preocupados com recesso decretado até o dia 12 de janeiro

 |
Divulgação / Reprodução

A prefeita do município de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira (PSDB), assinou um decreto que estabelece o recesso da administração do executivo municipal já a partir de novembro até 12 de janeiro de 2020. A medida preocupa os empresários do ramo do Turismo da região, já que, desta forma, a Prefeitura não investirá em comemorações de Natal ou Ano Novo.

A presidente do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) de Chapada dos Guimarães, Sonia Vila Guimarães afirmou que o decreto tem causado preocupação nos empresários da região, em decorrência da falta de ações para as comemorações de final de ano.
 
“Causa uma preocupação muito grande, é uma cidade turística, nós vamos receber turistas. E a cidade já está com esta dificuldade com a água, que não sabemos se já está pronto ou não, ou quando ficará pronta a bomba, mais essa agora acaba deixando todo mundo muito preocupado, então nós vamos discutir isso hoje”.
 
Cerca de 80 pousadas atuam na região, entre cadastradas ou não. A presidente do COMTUR afirmou que os empresários ainda devem se reunir para analisar o decreto e estudar as medidas que podem ser tomadas.
 
“Irei discutir isso com o grupo do Contur, que tem os representantes de cada seguimento, e aí vamos ver o que vai acontecer, porque entrando em recesso agora e só volta em janeiro, então fica difícil para nós”, disse.

A reportagem tentou contato com a prefeita Thelma de Oliveira, mas não fomos atendidos.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Turismo (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial