Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Turismo

Ministro aposta em turismo ecológico para Mato Grosso

 |
Divulgação / Reprodução

O ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, afirmou que o turismo ecológico é o que vai projetar Mato Grosso a ser reconhecido no Brasil e mundialmente. Ele veio até Cuiabá, nesta quinta-feira (5), para evento da Prefeitura e assinatura de autorizações para licitações de obras na região do Porto.

 “A vocação agropecuária é consolidada, deve-se consolidar essa nova vocação para Mato Grosso, que é o turismo. Por isso essas obras são importantes”, disse. 

Ele considera que o Brasil, de maneira geral, vem ganhando espaço com o turismo ligado às áreas verdes, denominado eco turismo. Para isso, no entanto, é preciso de uma flexibilidade com os órgãos de licenciamento, por meio de mais diálogo e parceria. 

 “O turismo do Brasil deve deixar de ser um turismo de sol e mar para ser um turismo de meio ambiente. Essa é a nossa grande vocação, é aonde vamos servir aos brasileiros e ao mundo”, explicou. 

 Segundo assessoria do ministro, o Governo do Estado obteve o empréstimo de R$ 41, 2  milhões para realizar uma lista extensa de obras. Já a prefeitura de Cuiabá irá contar com R$ 17 milhões para finalização das obras do Porto. 

 “O cais aqui é muito importante para o mercado em Cuiabá, ele vai ser todo remodelado. Ele não é só bom para a cidade, como bom para o turismo”, ressaltou 

 “Com o Prodetur+Turismo nós estamos com R$ 5 bilhões, estamos a disposição hoje e podemos colocar mais, porque R$ 5 bilhões é o começo, o BNDE não está colocando limites, nós queremos fazer com que hajam investimentos”, complementou o ministro. O valor mencionado é para ações em todo o Brasil.

 Obras

Segundo nota da prefeitura, a transformação da Orla do Porto contará com a revitalização do Mercado Municipal e a construção do Cais do Porto. O local deve contar com espaço para exposições, apresentações e mostras artísticas. 

 Já o Mercado Municipal deve ter seu espaço ampliado, além de uma alameda que interligará a Orla do Porto ao centro. Os recursos são provenientes do Ministério do Turismo, do governo do Estado e de emendas parlamentares. A execução das obras ficará sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras. 

 



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Turismo (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial