Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Polícia

SW4 roubada de advogado morto com tiro na cabeça e um Ford-350 são recuperados pela polícia

 |
Divulgação / Reprodução

Uma caminhonete Toyota SW4 branca, roubada do advogado João Anaides Cabral Neto, morto com um tiro na cabeça, foi recuperada pela Polícia Militar na madrugada deste domingo (18), na zona rural de Juscimeira (157 km de Cuiabá). Outro carro roubado, um Ford-350 que tinha sido roubado, também foi encontrado abandonado há quatro quilômetros do local do crime, que acontecei no sábado (17), no loteamento Flor do Vale, localizado às margens do Lago São Lourenço.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no dia crime, bandidos armados invadiram o local, onde roubaram três propriedades. Moradores foram feitos reféns e tiveram diversos objetos e veículos levados pelo bando.

Por volta das 07, deste domingo a PM foi informada que a caminhonete do advogado estaria em meio a mata no bairro Jardim Montreal, em Rondonópolis (212 km de Cuiabá).

Sem chave e guincho para buscas o veículo, os PMs ligaram para o irmão da vítima que foi buscar o carro com uma chave reserva e apesar de encontrar os veículos, nenhum dos bandidos foi preso. O caso está sendo apurado pela Polícia Civil.

“Apreendemos as duas caminhonetes utilizadas na fuga e vão para perícia, além de algumas imagens do local, e oitivas de testemunhas, ou seja, o Inquérito está instaurado com muitas informações e materiais que serão objetos de diligências e linhas de investigações para identificar o grupo responsável pelo Latrocínio”, explicou o delegado Ricardo Franco.

Ainda de acordo com o delegado, no mesmo dia, cerca de seis ou sete criminosos cometeram roubos em três propriedades da localidade, sendo a última com o desfecho da morte do advogado.  “A PJC está empenhada em resolver o caso rapidamente”, concluiu.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Polícia (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial