Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Polícia

Mãe de jovem desaparecida diz que marido era ciumento e possessivo

 |
Divulgação / Reprodução

Dona de Casa Angela de Lima Nunes, 35, relatou que o relacionamento de sua filha Brena Lorrayne, 18, com Alessandro Valcacer, 38, era muito conturbado. Familiares não têm notícias da jovem há 15 dias, quando ela ligou para mãe pedindo socorro por estar sendo agredida. 

Angela, que mora em Nobres (146 km a médio-norte de Cuiabá), conversou com a reportagem nesta terça-feira (10). Ela explicou que a filha foi morar com o companheiro há 1 ano e 8 meses na Capital. Ainda, pontuou que o Alessandro era muito ciumento e possessivo e que "não tinha condições de conviver em sociedade". As demonstrações de violência e agressões eram constantes, segundo relataram conhecidos da jovem à família depois de seu desaparecimento.

"Uma vez eu cheguei a enfrentar ele, porque a Brena não responde nada, ela é muda. Aí eu não aguentei ver ele tratando ela daquele jeito e entrei no meio. Ele me xingou, brigou comigo", contou.

Desde o dia 25 de novembro não se têm notícias de Brena e de seus filhos, de 2 e 3 anos. Ocorrência foi registrada junto à Polícia Civil. Conforme explicou a assessoria, investigações estão em andamento e a membros da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ainda tentam encontrála.

"Novas diligências são realizadas com objetivo de encontrar informações que auxiliem o encontro da jovem. Por enquanto, não há dados concretos sobre o caso que possam ser passados à imprensa, para não atrapalhar o andamento das investigações", esclareceu a Polícia Civil, em nota.

Sem trabalho, Brena é totalmente dependente do marido e não sabe se locomover por Cuiabá. Todos os números telefônicos que ela utilizava para falar com a mãe todos os dias, não atendem depois do desaparecimento. Família não sabe o endereço em que ela vivia com os filhos.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Polícia (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial