Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Polícia

Dois policiais civis são presos por extorquir comerciante em VG

 |
Divulgação / Reprodução

Dois investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos foram presos, na tarde de terça-feira (15), suspeitos de extorquirem o dono de uma auto elétrica localizada no Posto Pindorama, em Várzea Grande. A prisão foi confirmada pela assessoria de comunicação da Polícia Civil, que deve divulgar mais informações ao longo do dia. 

O caso foi registrado após uma denúncia anônima recebida pela polícia na sexta-feira (11). Segundo o relato, os investigadores pediram ao proprietário do local uma quantia de R$ 30 mil, alegando que a cabine do caminhão dele era ‘esquentada’.

Policiais que atuaram na investigação do caso marcaram encontro com a vítima e a orientaram como agir na situação, uma vez que os suspeitos voltariam na tarde de terça para pegar parte do valor combinado.

Vale ressaltar que temendo, a vítima negociou com os suspeitos e disse que só poderia pagar R$ 5 mil, sendo que repassou R$ 3 mil na primeira abordagem e R$ 2 na data combinada. 

Em posse das informações, policiais e agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE) ficaram em monitoramento até que flagraram os suspeitos chegando no local. 

Quando saíram, foram informados pela vítima que havia consumado o pagamento. Eles foram seguidos pela avenida até que aconteceu a abordagem. Cada policial estava com uma quantia de R$ 1.500. 

Um deles ainda tentou esconder o celular. Presos, foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Várzea Grande. Foram apreendidos radiocomunicador e documentos oficiais. 

Vale ressaltar que a vítima tirou foto de todas as notas de dinheiro entregue aos suspeitos, que foram checadas, confirmando a extorsão. O caso segue sendo investigado.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Polícia (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial