Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Polícia

Homem sofre acidente na Serra de São Vicente e desaparece após pegar carona com caminhoneiro na PRF

 |
Divulgação / Reprodução

João Batista Rodrigues Silva, 55 anos, está desaparecido desde terça-feira (6), após capotar o veículo e cair em uma vala de 7 metros na Serra de São Vicente, na BR-364. Socorrido, recusou atendimento médico, foi liberado e pegou carona para voltar à Cuiabá, só que até a manhã desta sexta-feira (9) não chegou em casa.

Aparecisa Bolognesi, esposa de João, conversou com o  e contou detalhes do desaparecimento, que já está sendo investigado pela Polícia Civil. 

“Ele saiu de casa rumo ao interior e na Serra, acabou capotando o carro, que caiu em uma vala de 7 metros. O carro ficou bastante danificado, havia marcas de sangue no vidro, o impacto foi muito grande”, disse. 

Ela contou ainda que o próprio João foi quem ligou contando do acidente. “Ele foi levado para o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e de lá me ligou, disse que havia capotado, mas que estava bem. Eu falei com um conhecido nosso, de Rondonópolis, para ir buscar ele no posto, mas não foi mais encontrado”. 

Segundo Aparecida, ela entrou em contato com a Rota do Oeste, responsável pela administração da rodovia, e foi informada que João recusou o atendimento médico.

 Já a PRF disse para ela que, assim que terminou o telefonema, João pegou carona com um caminhoneiro, ainda próximo ao posto policial, com destino à Cuiabá. 

Não há informações sobre quem seria o caminhoneiro. Ela não soube informar se há câmeras de segurança no trecho citado. 

O fato é que desde então, João não foi mais visto. Seu celular está desligado. 

“Eu estou preocupada, tinha sangue no carro e mesmo que ele não tenha nenhum ferimento grave, não sabemos como está por dentro. Acho que a polícia falhou em deixa-lo ir, assim, do nada. Devia ter comunicado sobre a intenção, um amigo já estava indo busca-lo”. 

Aparecida e João moram em Várzea Grande. Eles não têm filhos. 

Informações sobre o paradeiro de João podem ser dadas no setor de desaparecidos da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) pelos telefones (65) 3901-4825 ou (65) 99982-7766.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Polícia (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial