Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Juscimeira

Incêndio criminoso: Força tarefa com pessoas do bem consegue evitar grandes prejuízos em Juscimeira

 |
Divulgação / Reprodução

Uma força tarefa com populares, Corpo de Bombeiros, servidores da prefeitura municipal e a Empa, evitou que dois incêndios criminosos de grandes proporções causassem mais prejuízos a população em duas localidades, um na zona rural e outro na área urbana, em Juscimeira.

De acordo com o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Carlos Eduardo Vasconcelos, os dois incêndios iniciaram simultaneamente por volta do meio dia. Um em propriedades rurais na região conhecida por Pantanalzinho e o outro no lixão, nas proximidades da BR 364, nesse último ele auxiliou no combate do fogo.

“Recebemos uns áudios enviados ao prefeito Moisés dos Santos de moradores da localidade pedindo socorro, que o fogo estava devastando as propriedades. Conseguimos a resposta rápida do Corpo de Bombeiros, da Empa que auxiliou com caminhão pipa e a prefeitura com máquinas para conter o fogo, nas duas localidades”, relatou.

No lixão, segundo Carlos Eduardo, como está sendo feita manutenção das valas uma vez por semana, já está controlado, será mais fácil de apagar totalmente. “Se fosse em outros anos, que tinha lixos espalhados por todo o ambiente, seria mais difícil de controlar e demoraria até seis dias para apagar”, ressaltou.

Já a gerente de Meio Ambiente, Camilla Dias, acompanhou o trabalho de contenção dos incêndios nas propriedades da Pantanalzinho, onde cerca de 30 pessoas participaram de uma grande e exaustiva força tarefa, entre elas moradores da localidade, voluntários, equipe da prefeitura e o Corpo de Bombeiros.

“Foi muito complicado e cansativo, mas graças a Deus e com o esforço de todos foram apenas alguns prejuízos materiais. Teve curral que foi queimado, um motoqueiro não conseguiu escapar do fogo e abandonou seu veículo no meio das chamas, que foi totalmente queimado”, concluiu.  

Um cidadão que estava no local mas não quer se identificar para não sofrer ataques virtuais como é de costume de uma turma no município. Ele disse se sentiu enojado com a atitude de dois fiéis escudeiros  do grupo opositor ao prefeito Moisés dos Santos, os quais foram ao local para falar e colocar a culpa da ação criminosa no gestor do município. “Chegaram lá já fazendo vídeo e falando mal, enquanto isso mais de 30 pessoas estavam espalhadas por todos os cantos apagando as chamas”.

A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, ainda na tarde desta terça-feira (02/09) registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Juscimeira dos dois incêndios.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Juscimeira (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial