Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Dom Aquino

Conselheira Tutelar mais votada alega perseguição e não deverá tomar posse em Dom Aquino

 |
Divulgação / Reprodução

A agrônoma Nágela Lopes, eleita disparada a conselheira mais votada no município de Dom Aquino, não deverá ser empossada, segundo comunicou o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), nesta quinta-feira (09).

Duas denúncias, uma que eleitores de Nágela haviam fotografado o voto. Já a que pesou na decisão do presidente do CMDCA, Joenir Bosco, foi outra denúncia que supsotamente o fiscal da candidata estaria fazendo o translado de pessoas para votar no dia da eleição.

Nágela, que é sobrinha do ex-prefeito Josair Lopes, ficou em primeiro lugar com 368 votos. Ela usou a rede social para expor sua indignação sobre a decisão e alegou estar sendo perseguida desde o dia que ela resolveu se inscrever para a prova do Conselho Tutelar.

“Alegam que um eleitor meu estava carregando pessoas para votarem em mim, mas cadê as provas? E mesmo que tivesse, a candidata que no caso “eu” não estava fazendo nada de errado, pelo contrário fiquei em casa no dia da eleição”.

Segundo Nágela, ela fez tudo certo conforme o edital. “Eu Nágela Lopes, tenho a consciência limpa e tranquila que fiz tudo certo dentro da lei. Trabalhei, busquei e conquistei os 368 votos. Agradeço a Deus e a todos que em mim confiaram. Tenho plena certeza que Deus está cuidando de tudo”, desabafou. Ela concluiu a publicação com a frase “Podem ganhar no tapetão, mas no voto eu ganhei e fui a mais votada”.

Nágela disse ao DIAADIADOVALE que entre as perseguições que ela sofreu está do secretário municipal de Assistência Social de Dom Aquino, Márcio Rodrigues, o qual, segundo ela, no dia da eleição falou para pessoas que iria fazer de tudo para ela não ganhar. Márcio foi gerente da pasta na gestão do ex-prefeito Josair Lopes, além de ter ocupado outros cargos de confiança nos dois mandatos de Lopes.

De acordo com Chernenko Coutinho, advogado de Nágela, foi feito um pedido de tutela de urgência de liminar e até por volta das 14 horas desta sexta (10) deverá ter uma decisão do juiz, caso não seja concedida a liminar será  recorrido no tribunal.

“A forma que o conselho geriu o processo de impugnação da posse dela foi totalmente irregular, até mesmo o CMDCA é irregular, o qual deveria se composto por membro da sociedade tem apenas funcionários da prefeitura”, ressaltou o advogado.

A posse está prevista para as 10 horas da manhã,desta sexta-feira (10), na sede da Prefeitura.  



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



  • Josair Lopes 10/01/2020 às 10h32 Dom Aquino/MT  - 

    Perseguição política, Golpe, falta de respeito com os 368 votos. Concordo com a Nágela, ganham no tapetão, porque no voto temos muitos amigos. Entrega nas mãos de Deus Nágela

mais lidas de Dom Aquino (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial