Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Mato Grosso

Servidores do TJ que estiveram na "rota do coronavírus" podem trabalhar em casa

 |
Divulgação / Reprodução

Como medida preventiva, a fim de reduzir os riscos de contaminação pelo coronavírus no âmbito do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o presidente da instituição, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, determinou aos magistrados e servidores que retornarem de férias de regiões endêmicas, que desempenhem suas atividades via teletrabalho/homeoffice. A decisão consta da Portaria nº 233/2020-PRES, datada de 12/03/2020.

O prazo que o magistrado ou servidor realizará suas atividades via teletrabalho será de 14 dias, contados da data do retorno da viagem. O fato deve ser comunicado, via e-mail, à Coordenadoria dos Magistrados, no caso de magistrados, ou à Diretoria-Geral, no caso de servidores, acompanhado de documentos que comprovem as alegações.

Conforme a portaria, o afastamento não implicará em qualquer prejuízo aos magistrados e servidores, e nem à sociedade. As metas a serem desempenhadas no período serão acordadas com a chefia imediata.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Mato Grosso (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial