Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Mato Grosso

Governo conclui dezembro com superávit de R$ 88 milhões

O repasse às prefeituras municipais ultrapassou os R$ 410 milhões; pagamento de salários custou aos cofres mais de R$ 560 milhões

 |
Divulgação / Reprodução

O governo do Estado de Mato Grosso fechou o mês de dezembro de 2019 com um superávit de R$ 88,432.458 milhões, resultado de uma arrecadação de pouco mais de R$ 2,2 bilhões dentro do período. O valor é a somatória de tudo que foi arrecadado, considerando o que foi pago no mês. 

Em dezembro, o Estado arrecadou R$ 2.233.802.040, valor que foi somado a outros R$ 353.909.637, que constavam no saldo da Conta Única no dia 1º daquele mês. Desse valor, o governo utilizou R$ 568.449.174 para o pagamento dos salários dos servidores ativos, e R$ 529.162.833 com a folha dos aposentados e pensionistas.

Somente com repasses obrigatórios aos Poderes, referente ao duodécimo, foi pago o valor de R$184.453.255. Conforme prevê a lei, ao Tribunal de Justiça foi destinada a quantia de R$ 88.215.266; à Assembleia Legislativa o valor foi de R$ 24.365.935; ao Ministério Público R$ 35.619.029; para o Tribunal de Contas do Estado o valor foi de R$ 23.004.461 e para a Defensoria Pública o repasse foi de R$ 13.248.564.

Para as 141 prefeituras de Mato Grosso, no mês de maio, o valor repassado foi de R$ 410.227.959. O repasse obrigatório para a Educação (Fundeb) alcançou a quantia de R$240.359.316, além de R$ 43.082.651 também de repasse obrigatório.

À Saúde, foi destinada a quantia de R$ 109.464.804 e para o custeio das secretarias de Estado o valor foi de R$ 174.560.832.   

O Estado também fez o pagamento de dívidas bancárias na quantia de R$ 86.677.619. Além desses valores, foi bloqueada judicialmente a quantia de R$ 10.903.831 e para as contas especiais (Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal de Mato Grosso, Mato Grosso Saúde e MT Prev) foi repassado o valor de R$ 12.598.292.

Em investimentos, o aporte financeiro foi de R$ 27.233.007. Ainda cumprindo os repasses obrigatórios, o Estado repassou ao Fabov (Fundo de Apoio a Bovinocultura de Corte), Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Cipem (Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso) e Detran a quantia de R$ 17.342.284.

Veja as despesas do Estado no quadro abaixo:



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Mato Grosso (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial