Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Mato Grosso

Em dia de sensibilização, Procon-MT alerta para o cumprimento das leis antifumo

 | 29 de agosto é o Dia Nacional de Combate ao Fumo - Foto por: Secom-MT
29 de agosto é o Dia Nacional de Combate ao Fumo - Foto por: Secom-MT

No Brasil, 29 de agosto é o Dia Nacional de Combate ao Fumo. Sancionada há 33 anos, a Lei Federal nº 7.488 instituiu o dia de sensibilização e normatizou o controle do tabagismo como um problema de saúde coletiva. Nesta data, o Procon-MT alerta consumidores e fornecedores de que é proíbido fumar cigarros (normais e eletrônicos), charutos, cachimbos e narguilés em locais de uso coletivo, sejam públicos ou privados.

De acordo com a Lei Antifumo 12.546/2011, é também proibido fumar em lugares parcialmente fechados em qualquer um de seus lados, seja por parede, divisória, teto ou até mesmo toldo. Isso vale ainda para áreas comuns de condomínios e clubes. A garantia de um ambiente livre de fumo também é assegurada pelas leis estaduais nº 9256/09 e nº 9.552/2011.  

Nos estabelecimentos comerciais abertos ao público em geral, é obrigatório a afixação de cartazes informativos sobre a proibição de fumar, os quais devem ficar em pontos amplamente visíveis, inclusive com com indicação de telefone e endereço da Vigilância Sanitária municipal e do Procon. Os modelos atualizados dos cartazes estão disponíveis no site do Procon-MT para download. 

Os estabelecimentos que não cumprem a legislação podem ser autuados pelos Procons, estadual e municipais. 

“Faz parte da atividade de fiscalização dos Procons averiguar se o estabelecimento coíbe o uso de cigarros e produtos semelhantes em suas dependências e também se advertem os infratores, conforme determina a lei”, afirma a secretária adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor, Gisela Simona.  

A gestora lembra ainda que os chamados “fumódromos” também são proibidos. “Ambientes específicos para consumo de cigarros ou narguilés, por exemplo, expõem ao tabagismo passivo os funcionários do estabelecimento e pessoas que estejam próximas daquele local”. 

Segundo o Instituto Nacional de Câncer, do Ministério da Saúde, a fumaça que sai do cigarro e se difunde no ambiente contém, em média, três vezes mais nicotina, três vezes mais monóxido de carbono e até 50 vezes mais substâncias cancerígenas do que a fumaça que o fumante inala. 

Acesse aqui os modelos de cartaz “Proibido fumar” disponibilizados pelo Procon-MT.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Mato Grosso (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial