Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Política

MP investiga contratos de empresa ligadas a deputado

 |
Divulgação / Reprodução

Ministério Público de Mato Grosso abriu inquérito civil para apurar possíveis irregularidades em processos de licitação que totaliza R$ 72 milhões envolvendo duas empresas ligadas ao deputado estadual Nininho (PSD) e a Prefeitura de Rondonópolis (212 KM ao sul de Cuiabá).  

As portarias são assinadas pelo promotor de Justiça Wagner Antônio Camilo, quer saber se houve improbidade durante os 4 certames em que as empresas Tripolo Ltda e a Deterra Ltda, que são administradas pelo filho do parlamentar, Fausto Presotto Bortolini.  

As obras são referentes a pavimentação asfáltica e drenagem em 12 bairros da cidade, sendo nos valores de R$ 19.047.598,20, R$ 24.275.153,73, R$ 21.767.389,86 e R$ 7.614.311,70.   “[...] sendo destarte oportuno e conveniente investigar se pode ter ocorrido alguma espécie de fraude à licitação e/ou ao contrato com dano ao erário infração aos princípios regentes da administração pública, que possa tipificar ato de improbidade administrativa”, disse o promotor.  

 A empresa Tripolo e o deputado Nininho já são investigados em outros processos envolvendo contratos com o governo do Estado.  Um dos casos é envolvendo  fraude na licitação que envolveu a concessão da rodovia MT 130, no trecho de 122 quilômetros entre Rondonópolis e Primavera do Leste, região Sul do Estado.

Essas informações constam na delação de Silval, que diz ainda que parte do valor da propina foi pago pela Construtora Tripolo, que pertence a um filho do deputado, para Jurandir da Silva Vieira. O pagamento para Jurandir foi uma maneira de dissimular a origem do dinheiro e pagar uma dívida de campanha.  

Silval afirmou ainda que parte destes R$ 7 milhões serviram para o pagamento de propina a outros agentes públicos. Além disso, o montante foi utilizado para pagar dívidas com o operador financeiro Valdir Piran.  

O deputado Nininho nega ser dono da empresa e todas as acusações feitas pelo ex-governador Silval Barbosa.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Política (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial