Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Política

Dia Nacional de Luta em defesa do Serviço Público é nesta 4ª

A Central Única dos Trabalhadores de Mato Grosso (CUT MT) reforça, nesta quarta-feira, 27, o Dia Nacional de Luta em defesa do Serviço Público, convocado pela Condsef/Fenadsef e sindicatos filiados para defender os direitos dos trabalhadores, a expansão dos serviços públicos e o fim do governo Bolsonaro.

Em Brasília, o protesto será realizado em frente à sede da Ebserh, empresa pública que gerencia os hospitais universitários, cujos trabalhadores estão na linha de frente do combate à pandemia de covid-19. Na ocasião, servidores e empregados públicos entregarão à presidência o abaixo-assinado organizado pelos trabalhadores da empresa, em que exigem respeito, melhores condições de trabalho, segurança no ambiente, fornecimento adequado de equipamentos de proteção individual (EPIs) e outras demandas. 

Em Cuiabá, o protesto organizado pelo Sindsep-MT, será em frente ao Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM-UFMT/Ebserh).
A CUT MT reforça a convocação das entidades filiadas para participar do ato público unificado, que acontecerá em todas as cidades possíveis do País. "Os servidores e empregados públicos reivindicam respeito, melhores condições de trabalho, segurança no ambiente, fornecimento adequado de equipamentos de proteção individual (EPIs) e outras demandas. "É um ato contra o congelamento do salário de servidor públicos da saúde, educação e segurança e contra o desmonte do Estado. Também vamos exigir segurança para os servidores da saúde que estão no combate ao Covid19", informa o secretário de organização e política sindical da CUT MT, Robinson Ciréia de Oliveira.

O ato está marcado para 9 horas. Os organizadores informam que será respeitado o distanciamento social de dois metros entre os manifestantes que devem comparecer com máscaras e placas com palavras de ordem. 



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Política (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial