Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Política

Deputados pedem vista do projeto que multa quem estiver sem máscara em MT

 |
Divulgação / Reprodução

Um pedido de vistas dos deputados Lúdio Cabral (PT) e Wilson Santos (PSDB) adiou a votação do projeto de lei que vai multar quem andar sem máscara no estado de Mato Grosso, durante a vigência do decreto de calamidade. A falta do produto no mercado e o alto preços das máscaras no estado levaram os parlamentares segurar um pouco mais o projeto do governador Mauro Mendes (DEM). 

Antes mesmo de fazer a proposta, o governador Mauro Mendes lançou o projeto "Eu Cuido de Você, Você Cuida de Mim", para conscientizar a população da necessidade do uso de máscara caseira de pano ou TNT durante a pandemia do novo coronavírus. Depois decidiu propor a lei estabelecendo uma multa de R$ 140 para quem estiver sem máscara em Mato Grosso. 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), diz que houve um entendimento dos deputados estaduais quanto ao valor da multa. O projeto ganhou um primeiro substitutivo. "Mesmo assim, os deputados Lúdio e Wilson decidiram pedir vistas e ficou determinado que ele vão tentar construir um projeto que seja de consenso", disse o presidente. 

Botelho destacou que os deputados terão até o dia 22 de abril para analisar o texto e que só depois será votado. Dia 20 de abril teria sessão, mas foi cancelada por conta do feriado do dia 21 de abril (Tiradentes). 

O presidente destacou que o entrave neste momento para aprovação do projeto é que não há máscaras para vender e quando se encontra o valor está mais alto que o normal. "Não tem como cobrar algo que não está sendo fornecido. Essa é a dificuldade que vai ter pra implementar", disse. 



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Política (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial