Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Política

Para concorrer às eleições, três secretários municipais deixaram os cargos em Campo Verde

 |
Divulgação / Reprodução

No último dia 31 de março, três secretários municipais de Campo Verde se desincompatibilizaram dos cargos para concorrerem a uma das vagas na Câmara de Vereador nas eleições de outubro.

Altair Donizete Restani, que ocupava a pasta de Desenvolvimento Econômico foi um deles. Em seu lugar assumiu a secretária municipal de Planejamento, Simoni Pereira Borges, que responderá pelas duas pastas.

No cargo desde janeiro de 2017, Restani foi responsável pela implantação e desenvolvimento de vários projetos. Um dos seus focos foi a criação políticas públicas que facilitaram as condições para reduzir a informalidade dos pequenos negócios, como a isenção da taxa de Alvará de Funcionamento para os microempreendedores individuais (MEI´s).

Outro programa de destaque foi o “Licita Campo Verde”, que tem como meta o aumento das compras públicas no comércio local, especialmente das pequenas e microempresas e dos MEI´s. Entre 2016 e 2019, lembrou Restani, o valor injetado na economia local graças ao programa foi de R$ 60 milhões.

O “Licita Campo Verde”, por sua importância na geração de emprego e renda, garantiu ao prefeito Fábio Schroeter o “Prêmio Prefeito Empreendedor - fase estadual” e o segundo lugar na fase nacional, fazendo do município exemplo para outras cidades do Brasil.

Juscelino Neves, que comandou a Secretaria Municipal de Habitação por mais de três anos, também se desincompatibilizou do cargo, cedendo lugar a Aparecido Rudnick, que continua à frente da chefia de Gabinete do prefeito Fábio Schroeter e responderá cumulativamente pelas duas pastas.

Enquanto esteve à frente da Secretária Municipal de Habitação, Juscelino desenvolveu o maior programa de regularização fundiária urbana de Campo Verde, beneficiando mais de mil famílias contempladas pelos programas habitacionais desenvolvidos pelo Município, Estado e Governo Federal com otítulo de propriedade de suas casas.

Gessy Matheus Ventura, que respondia pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente desde janeiro de 2017, reassumiu sua cadeira na Câmara de Vereadores e disputará à reeleição em outubro.

Em seu lugar assumiu José Aparecido de Lima, que exercia o cargo de gerente de Agricultura Familiar da SEDAM/CV. Ventura, durante o período à frente da pasta, desenvolveu ações voltadas ao fomentodas pequenas propriedades, com a viabilização de patrulha mecanizada, resfriadores de leite, caminhão, abertura de tanques para criação de peixes e a realização de cursos e palestras de capacitação e qualificação.

No Meio Ambiente, foi durante a permanência de Ventura no comando da pasta que o aterro sanitário municipal foi colocado em funcionamento, foi criado o ecoponto para recebimento de pequenas quantidades de resíduos sólidos e desativado o lixão a céu aberto, ações que melhoraram a qualidade de vida da população e a preservação do meio ambiente.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Política (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial