Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Política

Novo propõe vender frota de carros e deixar prefeito e secretários de Uber

 |
Divulgação / Reprodução

publicitário Álvaro de Carvalho (Novo), pré-candidato a prefeito de Cuiabá declara, em entrevista ao Conexão Poder, que se fosse eleito, não usaria carro particular da Prefeitura, nem serviço de motorista, assim como todo o seu secretariado.

Na entrevista ele reforça que esta é uma regra dos membros do partido Novo e propõe que os gestores vendam a frota e passem a usar serviços de transporte por aplicativo, o popular Uber, para economizar com manutenção de carros e contratações de motoristas.

“Eu se for eleito prefeito, não posso ter carro não posso ter motorista, não posso ter auxílio moradia, não posso ter aposentaria especial. Não posso e não quero”, comenta.

Atualmente, Álvaro destaca que a frota da Prefeitura de Cuiabá é de 1,344 veículos.

Para aumentar a liquidez do Executivo cuiabano, ele coloca como opção vender patrimônio, como imóveis e veículos, para dessa forma ‘enxugar a máquina’ e levantar recursos para que a Capital tenha capacidade de investimento.

 “O que eu quero é virar para a direção que eu presumo ser a correta, que eu presumo ser a melhor para a maioria. Isso [a prefeitura] é um transatlântico. Ele não faz curva fechada. Nós vamos conseguir em quatro anos deixar uma prefeitura perfeita? Jamais, é impossível.  Agora, eu espero que em quatro anos eu volte aqui e diga: A prefeitura está na direção correta. Ela está tendo ganho diário”, destaca.

Na entrevista, o pré-candidato do Novo também defende a privatização na prestação de serviços públicos.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Política (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial