Temperatura do dia: Em - MT
ºC |
PUBLICIDADE

Artigos

Euforia ilimitada

 |
Divulgação / Reprodução

Não enxergue a vida como ela é, enxergue como deveria ser! Uma visão assim requer fé, esperança e otimismo. Uma tríade perfeita que nos leva além de nossos limites. Utópico, porque sempre devemos ter limites, menos para nossos sonhos.

Eles devem ser infinitos...

Também deve ser ilimitada a nossa imaginação, ela deve ser livre para nos acrescentar felicidade, esvaziando-nos da mesmice, dando espaço à criatividade, como a capacidade de ir além.

Imagine...

O colorido do preto e branco é sem graça, acrescente cor aos dias, aos anos, a sua existência. Ria sem motivo, converse com quem você não conhece, brinque com uma criança. Como já dizia o poeta: a vida é curta, tão curta! Então curta.[1]

 Preste atenção aos detalhes...

Detalhe: viva como se o hoje não tivesse amanhã e como se o amanhã tivesse apenas dia, e como esse dia não tivesse fim, pois o brilho do sol clareia a alma e ilumina um futuro ainda por vir, mas que sempre trará o presente, que será um presente.

Faça o melhor...


Seja gentil, “pois gentileza gera gentileza”[2], mas rudeza gera rudeza. No cotidiano da vida vale mais espalhar o bem em forma de sorrisos, do que armazenar desencantos; afinal, mágoa gera amargura, a amargura a dor.

A dor consome, desidrata e maltrata.

Então, novamente: a vida é curta, então curta, mas com limites, pois ilimitada deve ser a euforia de viver, de amar e de se permitir sonhar.

[1] Site: pensador.com

 

[2] Profeta gentileza



Veja também

deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Artigos (últimos 30 dias)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial