Temperatura do dia: Em Jaciara - MT
31 ºC | Parcialmente nublado
PUBLICIDADE

Mato Grosso

BR-163: Etapa educativa do posto de pesagem de cargas começa quarta-feira (26)

Unidade foi construída pela Rota do Oeste no km 108, em Rondonópolis

 |
Divulgação / Reprodução

Infração frequente em rodovias, o transporte de cargas em excesso contará com a fiscalização do primeiro posto de pesagem da Rota do Oeste na BR-163. De 26 a 30 de setembro, a unidade construída no km 108, em Rondonópolis, funcionará em caráter educativo, sem emissão de autuações aos condutores flagrados com sobrepeso de carga. A partir de 1º de outubro, os motoristas passarão a ser multados pelos órgãos de fiscalização, como a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) .

No posto de pesagem foram construídas duas balanças. Na primeira, a ‘seletiva’, a fiscalização é dinâmica e não há necessidade de parada pelo motorista. Por meio de sensores localizados às margens da pista, a quantidade de carga transportada é pesada, conforme o modelo do veículo e sua capacidade. Caso seja identificada a possibilidade de sobrepeso, é emitida sinalização específica e o condutor orientado a direcionar-se para a segunda balança, que efetuará a medição do peso exato do veículo

O diretor de Operações da Rota do Oeste, Fernando Milléo, explica que no segundo equipamento, além do peso da carga, o motorista terá que apresentar também a documentação dos produtos aos órgãos de fiscalização, como a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz/MT), Ministério do Trabalho (MTE) e Polícia Militar.

 O objetivo principal do posto não aplicar penalidades aos condutores, mas coibir a prática irregular de transporte de cargas em excesso. Este tipo de atitude prejudica as condições do pavimento, além de colocar em risco a segurança de usuários, com veículos carregados muito acima do peso permitido”, disse o diretor.

Entre as consequências do transporte de carga em excesso estão o aumento no consumo de diesel, prejuízo à frenagem e estabilidade do veículo em curvas, descidas e subidas, além de danos à pista. Conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a infração é considerada média, com aplicação de quatro pontos na carteira. A multa, assim como outras penalidades ao condutor/transportador, é emitida pela ANTT, que possui a atribuição de fiscalizar este tipo de infração. 

 “No sistema operacional da balança foram inseridos os dados técnicos informados pelo fabricante de cada veículo em circulação no país. Dependendo do modelo, classe quantidade e grupo de eixos do veículo existe um limite de peso”, pontua Fernando Milléo, da Rota do Oeste.

Durante o período educativo, de 26 a 30 de setembro, o início do funcionamento do posto será divulgado pela Rota do Oeste através dos Paineis de Mensagens Variaveis (PMVs), panfletos distribuídos nas praças de pedágio, redes sociais e mensagens de voz via 0800 da Concessionária (0800 065 0163).



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Mato Grosso

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial

Kanix Web Developers