PUBLICIDADE

Política

Neste ano são duas vagas para o senado, mas eleitor não pode votar duas vezes no mesmo candidato

Se tentar votar duas vezes no mesmo candidato ao senado, o segundo voto será anulado

 |
Divulgação / Reprodução

Nas eleições gerais deste ano os eleitores vão votar duas vezes para senador, já que são duas as vagas para este cargo. Mas este fator tem gerado dúvidas entre os eleitores, que estão ligando no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso para perguntar se podem votar duas vezes em um mesmo senador. A resposta é não. O eleitor precisa votar em dois senadores diferentes. Se tentar votar duas vezes no mesmo candidato ao senado, o segundo voto será anulado.

A dúvida surgiu porque nas eleições gerais de 2014 os eleitores escolheram apenas um candidato ao senado. Essa diferença entre vagas para o cargo de senador acontece porque o mandato dos senadores é de oito anos, mas as eleições gerais acontecem a cada quatro anos. Desta forma, a cada eleição é alterada a composição do Senado Brasileiro, alternando entre um terço e dois terços das cadeiras. Ao todo o Brasil possui 81 senadores e, nestas eleições, 54 destas vagas estão em disputa.

Portanto, os eleitores poderão escolher dois candidatos ao senado, votando primeiro em um e depois no outro, lembrando que o número dos candidatos ao senado tem três dígitos.

Mas atenção. Não existe voto em legenda para candidato ao senado. O voto em legenda (quando o eleitor digita o número do partido e aperta confirma) só é válido para candidatos a deputado federal e estadual. Se o eleitor digitar apenas dois dígitos e apertar a tecla confirma para o cargo de senador, o voto será anulado.

Os dois votos para senador possuem pesos iguais. Serão escolhidos os dois candidatos ao senado que tiverem o maior número de votos em cada estado.

São muitos números para lembrar; não se esqueça de levar sua colinha 

Neste ano o eleitor escolherá representantes para seis cargos. A ordem de votação na urna eletrônica será a seguinte: deputado federal; deputado estadual; senador 1; senador 2; governador; presidente.

São muitos números para guardar na cabeça e, neste caso, o melhor a fazer é levar a sua colinha. Anote em um papel os números do seu candidato, para agilizar e facilitar o trabalho na hora de votar. Não vale anotar no celular, porque a legislação proíbe o uso de celulares e máquinas fotográficas na cabine de votação.



deixe sua opinião






  • Máximo 700 caracteres (0) 700 restantes

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem.

    Clicando em enviar, você aceita que meu nome seja creditado em possíveis erratas.



mais lidas de Política

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
TOPO

Contato

Redação

Facebook Oficial

Kanix Web Developers